Vanja Hertcert - Arquitetura

Viticultura

Aurora, a maior cooperativa vinícola do Brasil / acessar

Hoje, 1,1 mil famílias compõem a cooperativa vinícola Aurora, faturando no ano passado, R$ 160 milhões. Atualmente, a Vinícola Aurora conta com a produção anual de 50 milhões de quilos de uvas, que transforma em 38 milhões de litros de vinhos por ano. No seu portfólio: espumantes, vinhos finos e de mesa.

A Cooperativa Vinícola Aurora foi fundada em 14 de fevereiro de 1931, por 16 famílias produtoras de uvas, imigrantes italianos já estabelecidos na região. Reuniram esforços e lançaram o maior empreendimento vitivinicultor no Brasil. Um ano após a fundação, a cooperativa colheu 317 mil quilos de uvas.

Apoio no campo

Os agricultores cooperados contam com a orientação direta dos técnicos da Aurora, responsáveis pelo acompanhamento de todas as etapas do vinhedo – preparação, plantio, manejo e colheita- e de todo o processo industrial, sempre com a atenção voltada para o desenvolvimento de uma tecnologia de ponta. O Centro Tecnológico de Viticultura da Aurora, instalado em Pinto Bandeira, RS, é o único da região. Em seus 23 hectares de vinhedos experimentais, a Aurora desenvolve pesquisas importantes, e os resultados são socializados entre os produtores associados e diversas outras comunidades de agricultores do Estado.

São 1,1 mil produtores e há um acompanhamento contínuo e programado. A Aurora faz um mapeamento das melhores áreas em que seus cooperados estão instalados e sabe da realidade de cada um desses vinhedos de excelência, com acompanhamento da equipe técnica no campo durante o ano. Dessa forma sabe-se, portanto, com que uvas boas podem contar e já programa essas remessas para determinadas linhas de vinhos mais selecionados.

“Não é possível ter total precisão quanto a todos os 1,100 mil cooperados, mas os que se destacam pela qualidade são reconhecidos e engajados nesse compromisso. Os demais são orientados com a constância possível e suas uvas analisadas na vinícola. Caso haja uma surpresa positiva com a qualidade, ou seja, elas se apresentam com grau glucométrico acima das expectativas, esse produtor tem um incentivo e recebe um plus pela qualidade. Caso não, essa uva segue para elaboração de outros vinhos mais simples.”, afirma a assessoria de comunicação, Débora Ribeiro.

O cuidado extremado desde as mudas plantadas até o engarrafamento do produto tem resultado na conquista de diversas premiações de seus vinhos nos concursos internacionais de renome, reconhecidos pela OIVV – Organização Internacional do Vinho.

Prêmios

Nos últimos anos foram várias medalhas de ouro em concursos internacionais de renome, entre os mais disputados e de credibilidade no mundo, como o Vinalies (França), Chardonnay du Monde (França), International Wine and Spirit Competition (Inglaterra), Vinitaly, entre outros.

Neste início de 2009, a Aurora conquistou duas medalhas em dois importantes concursos: Chardonnay du Monde, na França (prata para o espumante Aurora Brut Chardonnay) e no Vinaliesm em Paris (espumante Aurora Moscatel). Em 2008 foram 20 premiações internacionais, com destaque para três medalhas de ouro no La Mujer Elige (Argentina) para o espumante recém-lançado Aurora Brut 100% Pinot Noir, vinificado em branco, Pequenas Partilhas Carmenére 2006 e o espumante Conde de Foulcaud Demi Sec branco.

No ano de 2007, foram 18 premiações, com destaque para International Wine Spirits Competition em que o espumante Aurora Moscatel foi considerado o melhor na categoria, as medalhas de ouro para o espumante Aurora Moscatelk e para o Aurora Reserva Chardonnay no Vinus de Mendoza e a medalha de ouro para o espumante Conde de Foulcaud branco brut na França, no Challenge du Vin (cidade de Burg sur Gironde).

Parque industrial

Instalada no coração de Bento Gonçalves – a capital brasileira da uva e do vinho, a Aurora conta com capacidade de estocagem superior a 70 milhões de litros de vinhos e a área construída de 110 mil m². Seu parque industrial está em constante modernização, com alta tecnologia e rigorosos padrões de qualidade nos processos de produção dos vinhos e sucos. Para receber a safra de 2009, a vinícola adquiriu em novembro de 2008 cinco novos tanques de fermentação em aço inoxidável, de 65 mil litros cada, além de um novo decanter com maior capacidade para a produção de suco de uva, atendendo assim ao grande aumento da demanda brasileira por esse produto, segmento no qual a Aurora também é líder nacional. A vinícola também investiu em uma linha de envase tribloco (enxaguadora/enchedora/recravadora), que garante mais agilidade na produção.

Enoturismo

A Aurora foi a pioneira no enoturismo na Serra Gaúcha há 40 anos, e recebe mais de 150 mil visitas todo ano, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. A vinícola acaba de reformar a área de recepção turística em sua sede. O turista conhece todas as etapas da elaboração dos vinhos e um pouco da história dos 78 anos da vinícola e degustação dos produtos.

Com a reforma, mais conforto na área de degustação de produtos e acessibilidade nos locais de visitação, com plataformas para cadeiras de rodas, rampas de acesso, elevadores e banheiros especiais para cadeirantes.

A loja de vinhos foi totalmente repaginada, com um layout mais aberto e uma melhor exposição dos produtos. Para criar a loja, a arquiteta Vanja Hertcert levou em conta as características do universo do vinho, as condições necessárias para seu perfeito armazenamento, temperatura e luz ideais. Ao lado, foi construída uma sala especial para degustações técnicas, com capacidade para 26 degustadores. O piso com detalhes em vidro transparente permite visualizar as barricas de carvalho francês dispostas na parte de baixo.

Produtos

A Aurora não revela suas marcas de maior venda, ou ranking de suas marcas. Mas em termos de volume, destacam os vinhos finos Marcus James, os Saint Germain e também os vinhos Aurora Varietais (brancos e tintos). Os espumantes têm um desempenho comercial crescente, bem como os outros espumantes finos da vinícola, também premiados em concursos internacionais, como os Conde de Foulcaud e os Marcus James. No Brasil, os vinhos de mesa ainda são a maior fatia do mercado e nesta categoria a Aurora possui duas marcas entre as líderes do segmento: Sangue de Boi e Country Wine.

Vale destacar também que a Aurora é líder em coolers (sua marca Keep Cooler é pioneira no mercado e líder até hoje, desde os anos 80, tendo sido reformulada e modernizada) e em sucos de uva (marcas Aurora e Casa de Bento).

Vinho orgânico

Atenta às tendências internacionais e à crescente demanda por produtos orgânicos, a Vinícola Aurora produz o vinho Casa de Bento, elaborado com uvas originárias de vinhedos certificados. “O que caracteriza um vinho orgânico é a maneira como a uva é cultivada. Além dos componentes utilizados desde a pré-história do vinho, como o enxofre e o sulfato de cobre, não se pode utilizar nenhum tipo de controle de pestes e intempéries”, explica Antônio Czarnobay, enólogo-chefe da Vinícola Aurora.

As uvas, um corte de variedades americanas, foram certificadas pelo EcoCert, principal órgão certificador de orgânicos do Brasil. “A certificação é bem rigorosa. É preciso três anos livre de pesticidas para certificar um vinhedo como orgânico”, explica o enólogo.

O volume dessa primeira safra foi limitado (cerca de 13 mil garrafas), mas deverá aumentar a partir de próximas colheitas. "Nos próximos anos, o volume será maior, porque a cooperativa já tem outros associados trabalhando com vinhedos livres de agrotóxicos", comenta Czarnobay.

Ver publicação original